Os Trabalhadores da Matutano, Dizem Não à Laboração Contínua!

Mais de 160 trabalhadores da Matutano estiveram concentrados à porta da empresa, no dia 3 de Janeiro. Este foi o segundo dia de Greve, contra a imposição da laboração continua.

A Matutano é uma empresa de produtos alimentares que integra a multinacional PEPSICO, com sede no Carregado/Alenquer. A administração da empresa pretendeu impor, de uma forma unilateral, a partir do dia 2 de Janeiro, a laboração continua. Os trabalhadores filiados no  Sindicato da Agricultura e das Indústrias de Alimentação, Bebidas e Tabacos de Portugal (SINTAB), não aceitam esta decisão e decidiram prosseguir com a luta .

Na Laboração continua  a empresa está a funcionar 24 horas por dia,  durante sete dias por semana. A maioria destes trabalhadores ficam sugeitos a um  regime de trabalho,  por turnos e deixam de ter o fim de semana como dias de descanso.  É do conhecimento geral que o trabalho efectuado por turnos, para além dos impactos,  negativos na saúde dos trabalhadores estes, também ficam limitados do ponto de vista das relações familiares humanas, com todas as implicações no seu bem estar e dos seus. Não se justifica que uma empresa de produtos alimentares trabalhe 24 horas por dia, quando não presta serviços essênciais. Nesta acção esteve presente o Secretário Geral da CGTP-IN  Armenio Carlos.

You are here: Home Acção Reivindicativa Os Trabalhadores da Matutano, Dizem Não à Laboração Contínua!